Pesquisar este blog

Meu bebê tão pequeno e já é brabo?

Meu filho é bem pequeno mas já parece bravo. É possível que isso seja assim mesmo?

Sim, é possível, embora não seja a mesma raiva que os adultos sentem. Antes dos 6 meses, as crianças não chegam a ter variações de humor, tendendo simplesmente a chorar por fome, sede, cansaço, desconforto (fralda molhada ou suja, frio ou calor) e dor.

Meu filho começou a engatinhar e mexer em tudo. Posso dar uma bronca para ele parar?


Neste momento, seu trabalho "educativo" consiste em manter seu bebê seguro, acolhido e estimulado, já que disciplina de verdade -- daquele tipo que ensina lições e muda comportamentos -- só poderá ser aplicada mais no futuro. A realidade é que um bebê que engatinha pode até já ser grandinho para aprontar, mas não é de jeito nenhum maduro para diferenciar o certo do errado. Se você não quer que seu filho mexa naquilo, tire do alcance dele.

Verifique também se as tomadas estão cobertas com protetores, tire objetos perigosos do meio do caminho, veja se móveis pesados não podem cair se forem puxados e se a fiação elétrica está devidamente protegida. Assim você economiza
muitos "nãos" e, em vez de só ficar dando broncas, vai poder desfrutar mais da companhia do seu filho e se maravilhar com a fascinação dele pelo mundo ao redor.

Será que o desenvolvimento do meu filho é normal?

 

Lembre-se, cada bebê é de um jeito e atinge certos marcos de desenvolvimento físico no seu próprio ritmo. Os "padrões" são apenas referências de etapas que seu filho tem potencial para alcançar, se não agora, em pouco tempo.

Como evitar as cólicas


 
Na hora do choro, não faltam palpites. Algumas dicas são válidas para evitar o sofrimento do bebê. Confira as mais importantes.
 
 

Cólicas: Depois do terceiro mês, passa.

Depois do terceiro mês, passa. Até lá é preciso paciência e tranqüilidade






É fim de tarde e seu filho chora sem parar. E, como em todos os dias, no mesmo horário, você já checou a fralda, amamentou, agasalhou ou tirou o excesso de roupa...

Por Que o Leite Materno é Melhor ?


O leite humano é o melhor alimento que uma criança pode receber já que foi especialmente projetado para satisfazer às necessidades de sua espécie. O que o faz inigualável é o fato de que ele satisfaz os aspectos "Nutricionais-Vínculo-Estimulação-Imunidade",infertilidade mais longos após o nascimento do que as que não amamentam.otite média aguda, bacteremia e alguns tipos de meningite entre outras.

· Vários estudos já demonstraram um efeito protetor do leite materno contra outras doenças que aparecem mais tarde na vida, tais como: asma,
diabetes tipo 1 e doenças auto-imunes.

· Para a mãe os benefícios são: diminuição do risco de
câncer de mama, aumento da auto-estima e fortalecimento do vínculo mãe-filho ao promover o contato pele a pele.

· Apresenta vantagens econômicas, já que amamentar é muito mais barato do que alimentar a criança com substitutos do leite materno. O custo do alimento extra que a mãe necessita para produzir leite é insignificante em comparação com o custo das fórmulas lácteas e a energia consumida para esquentar água, esterilizar mamadeiras, etc.

· Para a sociedade e Estado representa um importante benefício à saúde já que previne a aparição de numerosas doenças que necessitam de hospitalização e que representam um importante gasto para a comunidade.

· Além disto, os lactentes que se alimentam com leite de vaca encontram-se mais expostos a:

· Desidratações, já que necessitam utilizar mais água de seu corpo para formar urina do que os que se alimentam de leite materno.

· Apresentar baixos níveis de cálcio já que o excesso de fósforo do leite de vaca dificulta a absorção de cálcio.

· Diarréias, já que o tipo de flora intestinal que se forma quando se alimentam com leite de vaca não os protege tanto quanto a flora formada com o leite materno.

· A sofrer de anemia, já que o ferro do leite de vaca não é absorvido de forma tão eficiente quanto o leite materno. Além disto, o leite de vaca produz microhemorragias intestinais nos lactentes, o que também pode favorecer a aparição de anemia.

· Ao sofrer de
dermatite amoniacal (dermatite das fraldas), já que o excesso de proteínas do leite de vaca que é eliminado pela urina em forma de amoníaco pode produzir dermatite na zona genital.

Os fatores culturais e sociais geram alterações permanentes nos seres humanos que fazem com que o aleitamento materno não seja um comportamento predominantemente instintivo no ser humano. Por isto é possível e muito importante estimular, ajudar, e ensinar a mãe a amamentar melhor desde os primeiros meses da gravidez para que tanto ela quanto a criança possam gozar do benefício da amamentação.

Ajude o bebê a engatinhar


O desenvolvimento da força e do equilíbrio estabelce as bases para o gatinhar, por isso é importante fortalecer os músculos das costas e do pescoço do bebê.

Livre Demanda


Livre demanda é deixar o bebê mamar quando e quanto ele quiser, seja por fome, necessidade de sucção ou simplesmente saudade. Ele que determina quando quer mamar e quanto tempo quer mamar. Livre demanda é deixar o bebê no seio até ele ficar satisfeito e soltar o seio espontaneamente.

Fontanela: Cuidados com a Moleira


As moleiras do bebê são uma das preocupações dos pais logo quando o bebê nasce. As fontanelas, nome oficial das "moleiras", são aberturas no osso do crânio do bebê separadas por linhas também abertas, chamadas suturas.

Brincadeiras estimulantes para bebês de 6 a 12 meses

Nos últimos anos descobertas no campo da neurologia trouxeram a pais e educadores uma notícia excelente: ter um filho inteligente e auto-confiante não depende só de sorte ou herança genética. É possível desenvolver a inteligência e habilidades da criança através de estímulos em forma de brincadeiras.

8 Motivos para os pais levarem seus filhos ao pediadra


Com bebês, não dá para perder tempo. É bastante importante conhecer os sintomas que exigem atenção imediata e, diante deles, não hesitar em procurar um pediatra.

Bebês também precisam de podólogo


O choro frequente do bebê, muitas vezes, pode não estar associado a cólicas ou dor de ouvido, mas a uma unha encravada que inflamou.

Cólica de bebê


As cólicas podem ser ocasionadas por várias causas, além de fome, frio ou calor, o bebê pode sofrer de cólicas por conta da insegurança ou ansiedade dos seus pais. Acreditem, isso pode influenciar e também um ambiente agitado e confuso.

Será que o desenvolvimento do meu filho é normal?

 

Lembre-se, cada bebê é de um jeito e atinge certos marcos de desenvolvimento físico no seu próprio ritmo.

O bebê de 6 meses

Desenvolvimento do bebê de seis meses

Exercícios para desenvolver o cérebro bebê


Os exercícios ideais para desenvolver o cérebro do bebê são as brincadeiras com músicas que os estimulem a dançar.

A brincadeira que se sugere é muito simples. Invente rimas enquanto segura a mão do bebê e o deixa tocar em diferentes partes do seu corpo. Por exemplo, sempre que disser a parte do corpo coloque a mão do seu bebê sobre ela. Inverta o jogo e toque no seu bebê a medida que diz a parte do corpo que está tocando.
Entre os seis e os nove meses os bebês precisam de experiências táteis para fazer “crescer” o cérebro e desenvolver tanto o cérebro como o corpo.


Sexto Mês


O bebê começa a sentar com apoio de travesseiros e almofadas, porque tem o controle total da parte torácica e da bacia.

Como aliviar as cólicas


Como é impossível evitar as cólicas, o melhor é estar preparado para elas. Tenha em mente que as dores que o bebê sente são passageiras e significam amadurecimento do organismo. E os pais ajudam muito se ficarem tranqüilos e acolherem o pequeno. Colo, massagem e carinho são fundamentais nessa hora.
 

Mama Sutra






bjs mamys

O que um bebê de 6 meses consome

Listinha dos produtos que a Ana Clara usa e consome aos 6 meses

Considerações gerais sobre as modificações na composição


O leite materno nem sempre tem exatamente a mesma composição. Há algumas modificações importantes e normais. A composição do leite também apresenta pequenas variações com a alimentação da mãe, mas essas alterações raramente
têm algum significado. 

Colostro
Nos primeiros dias depois do parto as mamas secretam colostro. O colostro é amarelo e mais grosso que o leite maduro e é secretado apenas em pequenas quantidades. Mas isto é suficiente para uma criança normal e é exatamente
aquilo de que precisa para os primeiros dias.
Contém mais anticorpos e mais células brancas que o leite maduro. Dá a primeira “imunização” para proteger a criança contra a maior parte das bactérias e vírus. 
O colostro é também rico em fatores de crescimento que estimulam o intestino imaturo da criança a se desenvolver. O fator de crescimento prepara o intestino
para diferir e absorver o leite maduro e impede a absorção de proteínas não
digeridas. Se a criança recebe leite de vaca ou outro alimento antes de receber o colostro, estes alimentos podem lesar o intestino e causar alergias. 
O colostro é laxativo e auxilia a eliminação do mecônio (primeiras fezes muito escuras). Isto ajuda a evitar a icterícia. 

O colostro é exatamente o que o bebê precisa nos primeiros dias!


Leite Maduro
Em uma ou duas semanas, o leite aumenta em quantidade e muda seu aspecto e composição. Este é o leite maduro que contém todos os nutrientes que a criança precisa para crescer. O leite materno maduro parece mais ralo que o leite de vaca,
o que faz com que muitas mães pensem que seu leite é fraco. É importante esclarecer que esta aparência aguada é normal e que o leite materno fornece água suficiente, mesmo em climas muito quentes. 

Leite do começo e leite do fim
O leite materno é tão complexo e impossível de ser imitado, que sua composição muda até mesmo durante a mamada! 

Leite do Começo:
O leite do começo surge no início da mamada. Parece acinzentado e aguado.
É rico em proteína, lactose, vitaminas, minerais e água. 

Leite do Fim:
O leite que surge no final da mamada parece mais branco do que o leite do começo porque contém mais gordura. A gordura torna o leite do fim mais rico em energia. Fornece mais da metade da energia do leite materno. 
A criança precisa tanto do leite do começo quanto do fim para crescer e se desenvolver. É importante deixar que ela pare espontaneamente de mamar. A interrupção da mamada pode fazer com que receba pequena quantidade de leite do fim (e , consequentemente, menos gordura). 
Na época das amas de leite, essas mulheres eram obrigadas a alimentar primeiro
os filhos dos patrões e seus filhos recebiam apenas o leite do fim.
Conseqüentemente recebiam toda a gordura e muitas vezes eram castigadas
porque seus filhos cresciam mais que os filhos dos patrões! 

Resumos dos Principais Componentes Imunológicos do Leite Materno
 
    Componentes
    Mecanismo
    IgA Secretora
    Impermeabilização antisséptica das mucosas (digestiva, respiratória, urinária) 
    Lactoferrina 
    Ação Bacteriostática (retirada de ferro) 
    Lisozima 
    Ação bactericida (Lise das bactérias) 
    Macrófagos 
    Fagocitose (engloba as bactérias) 
     Fator bífido
     
    Lactobacilos – ácidos orgânicos: bactericida.  

O leite de vaca, também contém fatores imunológicos de ótima qualidade, mas
para o bezerro. Esses fatores só funcionam para a própria espécie, ou seja, não
vale de um animal para outro de espécie diferente. Contudo, alguns desses fatores até poderiam funcionar, mas eles são destruídos pela armazenagem e pela fervura do leite.

Os padrões de sono dos bebês


Novos brinquedos

Novos brinquedos que a Ana Clara gosta

Marcos do desenvolvimento: Separação e independência

Separação e independência

Quando será que seu filho vai entender onde você termina e ele começa? Ao nascer, a criança acha que é parte de você e não se enxerga como um ser único (eles nem se dão conta que as mãozinhas e pézinhos que vêem são os seus).

Criando vínculos com o seu bebê






A importância do toque

Esta declaração merece ser repetida: pegar e segurar o seu bebê no colo não vai mimá-lo. A importância do toque para um bebê não pode ser superestimada, um fato que agora é reconhecido como parte do processo de vínculo encorajado pelos médicos.

Papinhas Salgadas

Receitinhas

Ainda é tempo de mamar


Bebês de 4 a 8 meses

Ainda é tempo de mamar
O único alimento de que o bebê precisa nos primeiros seis meses de vida é o leite materno. Afinal, a amamentação é o meio mais eficaz de garantir todos os nutrientes necessários (proteínas, gorduras, açúcares, vitaminas e sais minerais) para o crescimento saudável da criança, além fortalecer o sistema imunológico, protegendo-a de doenças futuras.

Mas é chegada uma época em que há a necessidade de outros alimentos além do leite materno. Os novos sabores somente podem ser apresentados ao bebê quando ele completar seis meses, idade em que seu organismo está preparado para receber papinhas doces e salgadas. Porém, isso não significa que ele não pode mais mamar no peito. A partir de agora, a amamentação passa a ser um complemento alimentar e deve continuar até que ele complete dois anos ou mais.

A importância da amamentação após os seis meses

Engana-se quem pensa que os benefícios do leite materno só serão aproveitados até o bebê completar seis meses. Estudos comprovam que o alimento produzido pela mamãe continua oferecendo anticorpos, proteínas e enzimas para a criança, mesmo após o primeiro ano de vida, ajudando a fortalecer as defesas do organismo.

E não são somente as 150 substâncias diferentes presentes no leite materno que torna a amamentação essencial. O desenvolvimento saudável da mandíbula também depende dela. Ao sugar o seio, o bebê movimenta e exercita o osso da face, reduzindo assim o risco de apresentar problemas na arcada dentária.

Benefícios para a mamãe

Não são só os bebês que ganham com a amamentação. A mãe que amamenta também é beneficiada por esse ato. Além de ser econômico, já que é produzido pelo próprio corpo, e ajudar na perda de peso adquirido durante a gravidez, dar de mamar contribui para a saúde da mulher, reduzindo o risco de câncer de mama e ovário.

Quer dizer, mamãe que investe na amamentação prolongada não só intensifica o vínculo afetivo com o bebê como propicia a seu filho um desenvolvimento saudável. Desfrute desses benefícios

Brinquedos por faixa etária

Recomendações na hora de adquirir brinquedos para seu filho
  • O brinquedo deve ser desejado pela criança.
  • Deve ser seguro. Leia as recomendações do INMETRO na hora de adquirir brinquedos.
  • Compre um brinquedo adequado para a faixa etária da criança.
  • O melhor brinquedo não é necessariamente o mais caro, não fique chateada se ele se sentir mais atraído pela caixa de papelão do brinquedo.

Mancha mongólica

Mais comum do que se imagina....

Mancha mongólica é uma lesão da pele chamada de mácula de cor azul - acinzentada, com tonalidade variável e com margens irregulares, frequente em Recém-nascidos.

6 Motivos para o bebê chorar


Quando aprender a reconhecer os sinais de que o bebé quer comer – fica agitado, faz ruídos, estala a boquinha e procura o seio quando o vai pro colo você será especialista em dar-lhe de comer antes sequer de ele começar a chorar a sério. Quanto mais novo for o bebê, maior é a probabilidade de ele estar chorando de fome. Se o bebê chorar, tente oferecer leite. Pode ser que ele não pare de chorar na hora, mas deixe-o mamar. Conforme o estômago dele for se enchendo, ele deve se acalmar. Caso o bebê já esteja de barriga cheia e continue chorando, talvez esteja querendo dizer a próxima coisa da lista. Os recém-nascidos gostam de ser embrulhados e ficar quentinhos. (Geralmente, para se sentirem confortáveis, precisam de mais uma camada do que um adulto.) Por isso, se tiver frio, por exemplo, quando tira a roupa para mudar a fralda, o bebé irá manifestar o desconforto começando a chorar. Irá aprender a mudar rapidamente a fralda e a vestir logo o bebé. Cuidado para não vestir muita roupa, já que é menos provável que se queixe de ter demasiado calor e não irá certamente chorar com o mesmo vigor.

Já fiz de tudo e o bebê não para de chorar.... o que fazer?

 
Você pode tentar algumas técnicas para consolar seu filho. Nem todas funcionam com todos os bebês, por isso, conforme você for se familiarizando com seu filho, vai perceber qual combina mais com a personalidade dele. Conforme eles vão crescendo, você vai aprendendo a lidar com eles, e certamente vai ter um método próprio para acalmar seu filho. Mas por agora essas dicas são ótimas:
By Super Mãe

35 Brincadeiras


35 Brincadeiras estimulantes

O cocô do bebê


Como é um cocô normal de bebê

Cocô de bebê é sempre uma surpresa: pode ter consistência e aspecto muito estranhos, e pais e mães ficam se perguntando se aquilo é normal ou se há algum problema. Às vezes é preciso olhar com os próprios olhos para se tranquilizar.

Por isso coloquei aqui algumas fotos meio incomum, onde você vai encontrar exemplos de cocô normal.


Atenção: são fotos de verdade, a intenção desse post é ilustrar e elucidar. Algumas pessoas podem achar nojento... Só prossiga se quiser mesmo ver as imagens e não tiver problema nenhum em ver cocozinho de nenem. Em geral, vale a recomendação: se você continuar com dúvidas sobre o cocô do bebê, converse com o pediatra.

Segurança na hora de colocar brincos

A primeira questão é:  Furar ou não furar a orelhinha da minha bebê?
Tomada essa decisão, vem o passo seguinte: o melhor lugar para realizar esse procedimento.

Projeto de lei que legaliza o Aborto no Brasil será votado no dia 30/Novembro devido a ardil político


Não to conseguindo colar a matéria aqui, então segue
link para a matéria: http://www.portaldafamilia.org.br/scnews/news058.shtml

TEMOS QUE FAZER ALGUMA COISA!!!!!

Cutisanol Gel


Cutisanol Gel 100g - Subgalato de bismuto + óxido de zinco

Receitas de papinhas doces

Mais Papinhas doces com frutas

Os 10 alimentos mais perigosos para as crianças


                    A revista CRESCER pediu para a Sociedade Brasileira de Pediatria preparar uma lista com os alimentos que podem representar algum tipo de risco para o seu filho, seja pelo perigo de engasgar ou de comer algo contaminado. A ideia não é radicalizar nem banir os itens dessa lista de vez das refeições. É para você olhá-los com um cuidado ainda maior. Confira:

Roupinhas para prematuro

quem teve um bebê prematuro sabe a dificuldade que se tem em encontrar uma roupinha que sirva.... qualquer macacão, por menor que seja fica exageradamente grande nos pequeninos.... eu pesquisei algumas lojas que vendem roupas para prematuros e disponibilizei alguns links aí pra vocês

Prematuro Imunizado é Prematuro Protegido


          Uma campanha lançada no início de abril, em todo o Brasil, pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), com o apoio do Instituto Abrace e dos laboratórios Abbott pretende chamar a atenção de pais e médicos sobre a importância de imunizar os bebês prematuros. Chamada de Prematuro Imunizado é Prematuro Protegido, a campanha visa estimular o uso de um calendário especial de vacinação para os prematuros, nascidos com menos de 37 semanas de gestação, e que são mais suscetíveis a doenças, principalmente as respiratórias.

Lei do Prematuro

Campanha nacional para ampliação da licença maternidade para as mulheres que tiveram bebês antes do tempo.

Tendo em vista o drama médico - social que representa o nascimento de um bebê prematuro para a família e para a sociedade, além das necessidades especiais que estes recém nascidos demandam, estamos lançando um movimento em todo o Brasil para que as mães destes lactentes tenham uma licença maternidade maior.

Dia Internacional da Sensibilização para a Prematuridade

          Em comemoração ao Dia Internacional da Sensibilização para a Prematuridade, o Projeto Pequenos Guerreiros (informação e apoio à família prematura) está lançando seu livrinho infantil!
          “Do Tamanho de um Botão”, uma experiência pessoal da blogueira e escritora Monica Bednarczuk Lopes da Silva, coordenadora do Pequenos Guerreiros, projeto social para difundir informações sobre a prematuridade. 

www.peqguerreiros.blogspot.com
Dia 17 de novembro, às 18 horas
Rua Presidente Taunay, 130 (esquina D. Pedro II) – Casa de Pedra.
Curitiba - Paraná

Cartilha do Prematuro


Dia 17/11 comemora-se pelo segundo ano o Dia Internacional da Sensibilização para a Prematuridade. Essa semana vou falar sobre os prematuros: notícias, informações, experiências, e muito mais. Acompanhe!

Cartilha do Prematuro: Cuidados e orientações

A pressão de ser uma mãe vaca - Um absurdo ...

Artigo publicado em 14/11 pelo Diário de São Paulo - A pressão de ser uma mãe vaca por Fernanda Firenza

http://www.diariosp.com.br/_conteudo/2010/11/12971-a+pressao+de+ser+uma+mae+vaca.html

O artigo deveria passar a chamar DIARIO ZERO depois dessa matéria inútil e de extremo mau gosto. A foto então, nem tenho palavras para expressar minha indignação. Qual foi a intenção dessa infeliz reporter?

Leite Materno - A melhor opção!

Ainda não inventaram nada melhor para o seu bebê!


          O leite materno é tudo que seu bebê precisa para se alimentar até os seis meses de vida. Ele não precisa de mais nada, nem chás, nem sucos, nem mesmo água. O leite materno além de conter todos os nutrientes que seu filho precisa, ainda age como uma verdadeira vacina, protegendo a criança de diversas doenças. Além disso é limpo, está sempre na temperatura certa e não custa nada! Aumenta o vínculo afetivo entre mãe e filho, acalma o bebê, não tem efeitos colaterais... Amamentar também é bom para a mãe. O peso volta ao normal mais rápido, o útero se recupera mais rápido também.

Picos de Crescimento e Saltos de Desenvolvimento - Entenda quando e como acontecem

 
Pico de Crescimento 
É um fenômeno que ocorre em bebês no qual estes solicitam mais mamadas do que de costume. Esta necessidade geralmente dura de poucos dias a uma semana, seguido de um retorno ao padrão menor de mamadas. A mãe costuma sentir como se não desse conta de produzir leite em quantidade suficiente para o bebê. 

O bebê de 5 meses


Quase sentando sozinho

O desenvolvimento físico do bebê é rapidíssimo. Ao ficar de bruços, ele consegue levantar os braços e as pernas, deixando as costas arqueadas; quando de barriga para cima, ele vai levantar a cabeça e os ombros. Seu filho pode até conseguir se sentar por alguns segundos sem ajuda, mas logo começa a se inclinar para a frente. Fique por perto, claro, para apoiar e cercar a criança com almofadas para o caso de uma queda.

Primeira papinha - Receita


          Ontem a Ana Clara fez 5 meses e levei ela na pediatra, como ela ganhou pouco peso, a pediatra liberou suco, frutas e 2 mamadeiras de nestogeno por dia.
          Foi muito engraçado porque toda minha familia queria ver ela comendo pela primeira vez, tive que levar ela na casa da minha mãe e todo mundo ficou em volta dela olhando e filmando, fotografando ela comer sua primeira papinha, que foi banana com maçã. Uma graça

Quinto mês

Como estimular

O principal ganho desse período é girar a cintura. Deitada, a criança primeiro joga a bacia para o lado, depois as pernas e então o corpo.

O que um bebê de 5 meses consome

Listinha dos produtos que a Ana Clara usa e consome aos 5 meses

Mãe solteira: trabalho dobrado

          Hoje, após mais uma discussão daquelas com o pai da Ana Clara eu fui ao supermercado.... segurando ela com um braço, com o outro eu empurrava o carrinho.... num dos raros dias de fraqueza eu desabei a chorar dentro do mercado mesmo....
          Fiquei muito chateada por não poder contar com um companheiro para NADA. Eu fui abandonada no dia em que soube que estava grávida. Eu estava super feliz com a gravidez mas destruída com o fim de um relacionamento que eu considerava perfeito.

Mãe diz que salvou filho prematuro apenas com abraço

Bebê acorda nos braços da mãe duas horas depois que foi dado como morto pelos médicos


Que o toque e o cheiro da mãe são importantes para o bebê não é novidade. Mas podem ser mais poderosos do que você imagina. Uma mãe australiana contou como o toque trouxe seu bebê de volta à vida.

O choro do bebê - Como os pais devem reagir?


Trecho do texto: O bebê chora: Como os pais devem reagir? Por Jan Hunt, Psicóloga Diretora do "The Natural Child Project"


A reação imediata ao choro de uma criança não foi questionada durante milênios, até nossos dias. Em nossa cultura, assumimos que o choro do bebê é normal e inevitável. Mas em sociedades naturais onde os bebês são carregados junto aos adultos na maior parte do dia e da noite durante seus primeiros meses de vida, o choro é incomum. Ao contrário do que se acredita em nossa sociedade, bebês tratados assim tornam-se auto-suficientes mais cedo do que os bebês que não recebem esses cuidados.

Luxação Congênita do Quadril


Essa semana a filhinha da minha melhor amiga passou pela segunda cirurgia e colocação de gesso para correção desse problema. Ela nasceu com Luxação Congênita, um problema que afeta 1 em cada 1.500 nascidos vivos com incidência maior entre meninas, principalmente as que ficaram em posição pélvica na barriga.

Conheça um pouco mais sobre Luxação congênita do quadril

O bebê PIG


A Ana Clara me deu um baita susto quando resolvi dar uma olhadinha nela no sétimo mês de gestação... ela não havia cescido nem engordado nada num período de 30 dias....
O médico da ecografia usou o termo "Retardo de crescimento" acompanhado de baixa quantidade de liquido aminiótico. Isso me deixou muito assustada.... depois meu GO usou o termo PIG e eu não entendi nada e nem tava com cabeça pra perguntar porque na mesma hora ele marcou a cesarea para o mesmo dia e pediu uma vaga na UTI Neo....

Bom então vou esclarecer algumas dúvidas

Gráfico do Peso ideal

Queridas, tenho acompanhado o forum do e-familynet.com e percebi que muitas mamães tem dúvidas em relação ao peso ideal dos seus bebês.
Com base na Caderneta de Saúde da Criança Curitibana, eu montei um grafico no excel.
Quem quiser, baixa o arquivo e alimenta com os dados do seu bebê.

Songs for babies


Eu sou apaixonada por música clássica e instrumental. Ouvi durante a gravidez inteira, li num site que os bebês dentro da barriga gostam de musica classica, especialmente Vivaldi e Mozart.


É verdade que ouvir música pode beneficiar o meu bebê?

Esta sim, é uma verdade incontestável. Basta pensar em como a música pode influenciar o seu estado de espírito, isto é, há música que a faz relaxar e acalmar-se, outra que a ajuda a adormecer e outra que parece dar-lhe energia.
O seu bebê não é diferente e está provado que as canções de ninar o acalmam. Aliás há estudos que indicam que, a música pode até contribuir para a recuperação dos bebês prematuros.
Para além disto, a música ajuda-a a estabelecer uma relação mais estreita com o seu bebê, enquanto dança com ele ou lhe canta uma canção de ninar, antes de o deitar para dormir.


Como posso fazer o meu bebê interessar-se pela música?
Em vez de colocar o bebê em frente à televisão para que o mesmo se distraia, dê-lhe um tambor, um xilofone, um piano ou qualquer instrumento musical. Deixe-o brincar à vontade, fazendo a sua própria música.
Faça do seu aparelho de som ou de um instrumento musical, as peças mais importantes da casa. Dance com o seu bebê, ao som de suas músicas preferidas, brinque com ele, e, tenha sempre a música no ar para que o bebê cresça habituado a ela.
Estabeleça a rotina do ir para a cama com determinado tipo de música. Se associar uma determinada música à hora do bebê ir para a cama verá que a hora de dormir pode ser bastante agradável. Crie um ambiente acolhedor e calmo, a música também não deve estar muito alta e o ritmo deve ser lento. Para ajudar deixe o quarto a meia luz.
Independentemente das suas qualidades vocais, procure cantar para o seu bebê. Ele gosta de ouvir a sua voz e sente-se mais protegido. Cante para ele durante as brincadeiras, enquanto lhe dá banho ou de comer e quando o põe para dormir. Procure incentivá-lo a cantar consigo, ensinando-lhe aos poucos melodias simples. Os bebês parecem reconhecer as melodias que ouvem todos os dias.

Existe algum tipo de música mais aconselhável para o bebê?
Escolha as melodias que gostar mais. Desde que o seu bebê não demonstre o contrário, pode ouvir as suas músicas preferidas, habituando-o a elas. Os clássicos são sempre apreciados pelos bebês, especialmente Mozart, os ritmos africanos e a música latina também lhes parece ser agradável. Procure apenas, adequar a música às circunstâncias, isto é, se o bebê vai dormir não o deixe ouvir música latina, mas sim canções de ninar.
Não coloque o som muito alto e evite hard rock, rap e outras parecidas. Alguns estudos feitos em animais demonstraram que a exposição constante a música caotica e confusa, altera a estrutura do cérebro. O mesmo se passa com as plantas que não se desenvolvem tão bem com este tipo de música como com a música ritmada e harmônica.






Fiz uma pequena seleção de músicas clássicas e instrumentais, o link está aí pra quem quiser baixar.




Beijos mamys

Massagem no bebê


Quem não gosta de uma massagem? Pois é, os bebês também adoram. E não precisa ser uma expert pra isso. A receita é tempo e carinho. Eu faço assim:

Pampers New Baby XP

Hoje a AnaClara foi tomar a vacina contra meningite.... depois de uns dias de espera porque a vacina se esgotou rapidamente...
É uma judiação dar vacina nos bebês.... eu choro junto...dói em mim quando vejo a agulha entrando na perninha.... ai ai ai se não fosse por uma boa causa....

E vocês já levaram seus bebês para tomar a vacina?

Relato da minha gravidez

Hoje eu olho pra carinha da minha filha e tenho certeza de que tudo valeu a pena....
Eu sempre quis ser mãe mas nunca imaginei que de fato eu ficaria gravida e teria um bebê.... Eu já tô com 30 anos e acho que é uma idade boa pra ter um filho.... a mulher tá nova mas já tem uma cabeça bem diferente, mais madura, tem mais paciência.... enfim, eu falo por mim.

Bem vindos ao Profissão Super Mãe

Queridos amigos, bem vindos!


Criei esse blog para todas as SUPER mamães que como eu são grandes heroínas.

As 11 mães mais singulares do mundo

11. A MÃE COM O MAIOR NÚMERO DE FILHOS SOBREVIVENTES DE UM ÚNICO PARTO

Segurar Coisas

 


Segurar coisas

Quando o bebê aprende a segurar coisas, um mundo inteiro de brincadeiras se abre para ele. É também o primeiro passo para aprender a comer, ler, escrever, desenhar e cuidar de si mesmo (escovando os dentes, se vestindo, lavando as mãos etc.).

Virar

Virar

Depois de conseguir controlar a cabeça e pouco antes (ou ao mesmo tempo) de sentar sem apoio, a maioria dos bebês aprende a se virar: quando deitados de barriga para cima, passam para a posição de bruços, e vice-versa.

O bebê de 4 meses


Fome menos frequente

Agora, com 4 meses de idade, seu bebê tem um estômago maior, por isso não sentirá necessidade de se alimentar com tanta frequência -- apenas cinco ou seis vezes por dia. O apetite dele vai diminuindo, e ficando mais parecido com o de crianças maiores e adultos, mas mesmo assim ele continuará engordando e crescendo (embora num ritmo um pouco menor que o dos meses anteriores).

Quarto mês


O bebê passa a dormir praticamente a noite inteira. Durante o dia está mais ativo. Sorri bastante. A boca continua sendo o centro do conhecimento.

O que um bebê de 4 meses consome

Listinha dos produtos que a Ana Clara usa e consome aos 4 meses

O bebê de 3 meses

Cabeça para cima

Durante este mês, o bebê poderá conseguir levantar a cabeça quando estiver de barriga para cima e mantê-la assim por vários minutos. Se ele estiver sentado com apoio, poderá ficar com a cabeça firme e erguida. Ao deitar de bruços, levanta a cabeça e o peito como se estivesse fazendo miniflexões. Você pode praticar com ele sentando à sua frente e agitando um brinquedo em um nível mais alto.

Terceiro mês

A boca é o principal instrumento do bebê para conhecer o mundo. Ela discrimina consistência, volume, texturas dos objetos, das pessoas e até das partes do corpo do bebê. Ele ainda não leva o pé à boca, mas as mãos são saboreadas junto com brinquedos moles que já consegue pegar.

O que um bebê de 3 meses consome

Listinha dos produtos que a Ana Clara usa e consome aos 3 meses
Higiene:
Fralda Pampers New Baby tamanho RN
Fralda Cremer tamanho P
Sabonete liquido Granado de glicerina
Sabonete barra Johnson's
Sabonete barra Huggies turma da Mônica
Lenço Umedecido Johnson's Hora do sono
Lenço Umedecido marca Carrefour
Talco Johnson's tradicional
Cotonetes
Higiapele
Óleo Johnson's tradicional
Hipoglós amendoas
Lavanda Johnson's


Alimentação:
Leite materno

Brinquedos:
Mordedores de latex
Mordedor de água

Acessórios:
Forro de espuma para banheira

Socialzação


Socialização

Como é que seu filho entende a relação dele com outras pessoas? Como e quando ele começa a fazer amigos? Chegou a hora.

O banho do bebê

Desde os primeiros dias de vida, é preciso dar banho todos os dias, além de se concentrar também na troca de fraldas e em manter a região genital bem limpa.

Você pode dar o banho a qualquer momento do dia. Se o seu filho toma o banho, mama, relaxa e dorme mais, prefira os horários ao entardecer e anoitecer. Se você dá o banho e ele desperta, o melhor período é da manhã até o começo da tarde.
Em tempos de muito calor, você deve dar, no máximo, 2 banhos ao dia. Mais do que isso pode afetar a pele sensível do bebê, diminuindo suas proteções naturais
No inverno, dê o banho nos horários mais quentes do dia, perto da hora do almoço e evite que ele esteja de estômago cheio. Mesmo no frio, a temperatura da água não pode estar muito quente, pois resseca a pele do bebê, além de correr o risco de queimaduras.


O que você precisa ter à mão na hora do banho:
• Os bebês precisam de produtos neutros e de fórmulas suaves, porque não irritam os olhos e a pele. O sabonete glicerinado líquido pode ser usado para lavar o corpinho e também para lavar a cabeça.
• Se a criança for muito cabeluda, use um xampu infantil em pouca quantidade e enxágue com água em abundância.
• Se for preciso usar pomadas ou cremes, esses devem ser recomendados pelo pediatra.
• Quando o bebê começar a engatinhar e brincar no chão, entrando em contato com a sujeira, você pode usar uma esponja macia para removê-la, passando-a delicadamente, sem esfregar, no corpinho da criança.
• Tenha sempre à mão algodão, gaze, hastes flexíveis e uma garrafa térmica com água filtrada morna, indispensáveis para a limpeza dos olhos, boca, nariz e ouvidos. Passe um hastes flexíveis, embebido em água morna, apenas nas extremidades das narinas e ouvidos. Use uma bola de algodão ou gaze úmida para a limpeza dos olhos e boca.
• Para cuidar dos cabelos, use escovas de cerdas macias ou pentes de ponta arredondada, que não machucam o couro cabeludo.
• Quando você estiver mais segura para banhar seu bebê ou quando ele já se senta sozinho na banheira, você pode usar brinquedos para distraí-lo, como bonecos que flutuam e livrinhos impermeáveis. Escolha aqueles que sejam mais adequados para a idade de seu filho, prestando atenção se não tem partes pequenas, ou que possam se desprender, ou até bordas cortantes.
• Outro item básico é a toalha. Para os bebês, a melhor opção são as toalhas com capuz. A principal vantagem é que você pode cobrir a cabeça, evitando que o bebê fique com frio. O tecido deve ser absorvente e suave para não irritar a pele.
Lembre-se: os produtos dos bebês devem ser utilizados exclusivamente por eles. Nada de permitir que o pentinho, a toalha ou o sabonete sejam usados pelo restante da família.

O bebê de 2 meses

Primeiros sorrisos de verdade
A partir daqui, tudo o que você fizer será recompensado com lindos sorrisos desdentados. Os primeiros sorrisos para valer certamente figuram entre as conquistas que mais tocam o coração dos pais. De certo modo, é a hora do retorno. Você troca fraldas, alimenta, dá banhos, beija e acaricia seu bebê sem grandes recompensas. Mas, de repente, acontece: seu filho sorri e você tem certeza de que não é coincidência. É um momento especial, mesmo que a noite anterior tenha sido dificílima.

Segundo mês

Um dos grandes marcos desse período é o sorriso social. Indica que o desenvolvimento psíquico e afetivo da criança está indo bem.
É um fenômeno curioso, porque independe do olhar e da receptividade dos pais. Crianças cegas e surdas também têm esse sorriso. Além do sorriso, o bebê de 2 meses já consegue levantar o queixo, sinalizando que o controle da musculatura do pescoço está avançando. Tem também o reflexo de virar o rosto de lado se colocado de bruços quando acordado. Outros reflexos, como o de estender o corpo para trás se for subitamente levantado e o da marcha, começam a ser inibidos, porque o domínio sobre os movimentos aumenta. A visão – as duas retinas se fundem – permite ao bebê fixar e acompanhar objetos e pessoas. Ele enxerga a mãe de outro modo. Não apenas o contorno do rosto, como era antes. Vê detalhes, o nariz, a boca, os lábios. É capaz de reconhecer o pai, os avós, a babá. Nessa fase, é importante dar continuidade ao calendário de vacinas, orientado pelo pediatra. É que elas também dependem do desenvolvimento do bebê. Têm datas para ser ministradas porque o tecido que produz a imunidade do bebê, o linfóide, possui uma determinada velocidade de crescimento. Não adianta imunizar o bebê antes porque o organismo dele não vai conseguir responder à vacina.

O que um bebê de 2 meses consome

Listinha dos produtos que a Ana Clara usa e consome aos 2 meses
Higiene:
Fralda Pampers New Baby tamanho RN
Fralda Turma da Monica tamanho RN
Fralda PomPom tamanho RN
Sabonete liquido Granado de glicerina
Sabonete barra Johnson's
Sabonete barra Huggies turma da Mônica Camomila
Lenço Umedecido Johnson's Hora do sono
Lenço Umedecido marca Carrefour
Talco Johnson's tradicional
Cotonetes
Higiapele
Óleo Johnson's tradicional
Hipoglós amendoas


Alimentação:
Leite materno
NAN 1


Brinquedos:
Mobile musical de pelucia

Acessórios:
Esgotadeira Lillo
Chupeta Lillo tradicional

Outros:
Espasmo Flatol
Soro fisiológico
Funchicorea
Alcool Gel
Lava roupas OLA bebê

Tabela dos marcos do desenvolvimento: 1 a 6 meses

Alimentação - 0 a 6 meses

 



Leite materno (ou fórmula infantil) é tudo o que seu filho precisa

A Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de idade. Depois dessa fase, o leite materno sozinho não contém todos os nutrientes necessários, especialmente o ferro, por isso outros alimentos devem ser introduzidos. alergias a certas comidas. Isso é ainda mais importante no caso de um histórico familiar de alergias.

Caso você esteja se preparando para voltar ao trabalho e precise começar a variar a alimentação do bebê, converse com o pediatra primeiro, especialmente se seu filho nasceu prematuro. Se começar a dar novos alimentos ao seu filho antes dos 6 meses, tome cuidado com certas comidas, como ovos, queijos, laticínios, peixes e frutos do mar, alimentos com glúten -- a criança pode demonstrar alguma alergia ou sensibilidade. Alguns pediatras recomendam acrescentar uma gema à sopa do bebê, então só lembre de ferver o ovo por pelo menos cinco minutos antes de misturá-la.

Entre os sinais de que a criança está pronta para a introdução de novos alimentos estão fome após uma boa mamada, acordar no meio da noite depois de já ter chegado ao estágio de conseguir dormir a noite inteira, ganho de peso mais vagaroso e desinteresse dela pelo peito. Alguns bebês demonstram também curiosidade pela comida no seu prato e tentam pegar algum alimento e colocar na boca.

Fralda Pampers New Baby


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nota

A maioria ds textos e imagens são retirados da intenet
Em cada post é citado o endereço de onde foi retirado
As imagens são do google

caso alguem seja dono do texto ou imagem e se sinta ofendido, entre em contato comigo que eu colocarei dos devidos créditos a imagem ou ao texto ou retirarei do blog

adrisantos_santos@hotmail.com

obrigada