Pesquisar este blog

15 motivos para o bebê chorar




15 Motivos para o choro de um bebê de até 3 meses e como ajudar o bebê a se acalmar

- SAUDADES DO UTERO - o principal motivo do choro é a falta que sentem do útero.... sentem falta do embalinho, de estar apertadinhos, sentindo o cheiro da mãe, ouvindo a respiração, coração e intestinos da mae.... derrepente tudo isso muda.... eles se sentem perdidos e não gostam nada. Pra acalmar o bebê enrole ele bem apertadinho em um cueiro, segure no colo bem próximo a você e ande pela casa, fazendo som de shhhhhh no ouvido do bebê, isso imita o barulho que ouviam no útero e acalma bem rápido.

- CARÊNCIA - necessidade de afeto - na barriga eles estavam em contato 24h por dia com a mãe, agora esta tudo diferente.... encontram segurança no colo e no seio da mãe, nessa idade costumam solicitar muito a presença da mae, ficam praticamente o dia todo no peito, preocupando muitas vezes a mulher que acha que o bebê em fome, mas na verdade o que querem é ter a mamãe pertinho. Pra suprir essa necessidade tem que ficar com o bebê no colo, por enquanto ele so entende a linguagem corporal, e precisa muito de contato físico, toque, pele, seio, pra se sentir protegido e amado.

- ANSIEDADE- bebês são muito ansiosos, eles querem alguma coisa que nem sabem o que é e querem AGORA! Essa ansiedade é normal e a gente fica desesperado tentando adivinhar o que o bebê quer, mas em vão. Eles sentem essa agonia ou ansiedade por não saberem exatamente o que está acontecendo, ficam perdidos e aflitos. Também ficam ansiosos quando tem colicas, vontade de sugar ou fome. Dê atenção, deixe que chupete a vontade, pois o seio acalma.

- SONO - esse é cruel e tem hora marcada. Os bebês sentem sono (antes na barriga não sentiam) e agora os olhos ardem e coçam, eles nao tem a menor ideia do que fazer e adivinhe: chora. Aí fica complicado, porque quanto mais sono, mais os olhos ardem e quanto mais os olhos ardem, mais dificuldade tem em dormir... dificil. O ideal é tentar ajudar o bebê a dormir, pra que não fique muito cansado a ponto de "transpassar" o sono.

- INCÔMODO - uma etiqueta raspando na pele, uma posição desconfortável, uma colicazinha, uma dorzinha no corpo por ficar numa posição muito tempo, uma fralda que raspa na perninha, um elastico apertado... lembre-se de que são sensíveis e que há pouco tempo não usavam nada dessas coisas. Tente verificar uma dessas possibilidades antes de dar o seio ou colocar pra dormir.

- ARROTO PRESO - incomoda muito, as vezes o bebê demora pra arrotar. Coloque o bebê em pezinho no seu colo, batidinhas nas costas não são necessárias. Apenas a posição é suficiente para liberar algum ar que ficou preso no estômago.

- CÓLICA - Essa também tem hora marcada, geralmente a noite, muitas vezes acompanhada do sono, piorando muito a situção. Enrole o bebê apertadinho e deixe de bruços no seu colo. Aqueça a barriguinha e os pezinhos. Se a cólica for forte ou estiver demorando pra passar, uma massagem é uma boa saída. Massageie com um pouco de óelo a barriguinha, fazendo movimentos circulares no sentido horário e de cima pra baixo, flexione as perninhas o bebê para facilitar a eliminação dos gases.

- TÉDIO - as vezes o bebê precisa sair da posição em que está, ver outro ambiente, ver coisas diferentes. O simples fato de mudar de cômodo já é suficiente, mas voce pode incluir um passeio diário na rotina dele, vai ser bom.

- CHORO QUE NÃO É ATENDIDO - Quanto mais o bebê chora, mais ele vai chorar se não for atendido, isso gera uma angústia muito grande no bebê. Choro de angústia gera frustração (não consegue o que quer), interiorização do sentimento (não adianta chorar), sensação de incapacidade (não consegue se fazer compreender), e mais tarde a dificuldade em se comunicar, entre outros problemas que essa prática causa. Um bebê precisa ser atendido prontamente, pois suas necessidades são urgentes e importantes. Se coloque no lugar dele por um instante para compreender o choro aparentemente "sem importância"

- FRALDA SUJA - ate 3 meses pode ser dificil identificar a hora que o bebê faz cocô, principalmente porque o cocô não tem cheiro ruim. A fralda molhada é um pouco pior, o xixi esfria e o bebê sente frio, pode dar até soluço. Facilmente resolvido.

- FRIO / CALOR - Bebês com baixo peso tem dificuldade em se manter aquecidos, mas a regra geral é colocar uma camada de roupa a mais do que estamos vestindo. Dá pra perceber quando estão com frio ou calor pela temperatura da nuca. Não se mede pelos pés e mãos porque as extremidades são sempre mais frias no bebê.

- FOME - fome está quase por último na lista porque realmente é bem dificil um bebê que chora por fome, a não ser que não seja alimentado. Esse é um choro resolvido facilmente oferecendo o seio a livre demanda. Se o bebê continua chorando após mamar (seja peito ou mamadeira) com toda certeza não está querendo mais, tente avaliar as outras possibilidades. O ideal é que o bebê mame sem que precise chorar avisando que está com fome, pois o choro é o último recurso que o bebê utiliza para comunicar sua fome. Observe o seu bebê e vai entender quando precisa mamar, sem precisar chorar.

- NECESSIDADE DE SUCÇÃO - Essa necessidade é bem forte até os 3 meses, e é tão importante quando se alimentar. Bebês privados dessa necessidade tendem a chorar muito, solicitando o peito para chupetar. Ofereça o seio sem medo de "viciar" ou "dar mau costume". A chupeta também não é uma boa idéia, pois é diferente do seio e pode causar confusão de bicos artificiais.

- SUPERESTIMULO NO AMBIENTE - às vezes o bebê pode estar cansado, a luz incomodando, precisa diminuir o ritmo para ele descansar e relaxar.... baixar a luz, falar mais baixo, colocar uma musica calma ou classica e desligar a TV resolvem.

- REFLUXO - quase todos os bebês tem refluxo porque o sistema digestivo ainda não está maduro, porém poucos os que sofrem com algum incômodo devido a esse problema. Só um exame pode detectar a presença do refluxo patologico e só o pediatra pode receitar medicamentos.
 
O bebê se comunica com o choro e com a linguagem corporal. Acontece o seguinte: o bebê precisa e algo e envia sinais corporais e não acontece nada, ele resmunga também não acontece nada, choraminga e não aparece ninguém... aí ele parte para o chororô. O choro é o último recurso da necessidade. Quando a mãe aprende a identificar essas necessidades e atende antes do choro ou no início do choro, o bebê desenvolve melhor sua capacidade de comunicação. Eles aprendem por associação até os 18 meses de idade. Sempre que o bebê precisar de algo e tiver que dar um show para conseguir, o que você acha que ele vai associar? Nem vai perder tempo enviando sinais corporais ou resmungos, vai direto pro que resolve.
Já o contrário, quando o bebê é prontamente ou antecipadamente atendido, o que ele associa? Que pode utilizar muitas formas de comunicação com sua mãe e que é compreendido em todas elas.

Espero que essa lista te ajude a compreender melhor o seu bebê! Grande abraço.

4 comentários:

Dreia disse...

Estou amando este blog!!! Amando!!

zora lima disse...

Parabéns pelo blog!!
Sou dos bebezinhos do E-familly e resolvi visitar o blog. Simplesmente maravilhoso!!!

Tudo de bom p vc.

Beijos.

Anônimo disse...

oi

Anônimo disse...

O choro deve ser atendido prontamente? Discordo! O bebê ficará MUITO mimado com isso.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nota

A maioria ds textos e imagens são retirados da intenet
Em cada post é citado o endereço de onde foi retirado
As imagens são do google

caso alguem seja dono do texto ou imagem e se sinta ofendido, entre em contato comigo que eu colocarei dos devidos créditos a imagem ou ao texto ou retirarei do blog

adrisantos_santos@hotmail.com

obrigada