Pesquisar este blog

Antes de ser Mãe

 
 
Um poema hoje pra relaxar...
Antes de ser mãe eu fazia
e comia os alimentos ainda quentes


Eu não tinha roupas manchadas.
Eu tinha calmas conversas ao telefone.

Antes de ser mãe eu dormia
o quanto eu queria
e nunca me preocupava
com a hora de ir para a cama.
Eu não me esquecia de
escovar os cabelos e os dentes.

Antes de ser mãe eu limpava
minha casa todo dia.
Eu não tropeçava em brinquedos
nem pensava em canções de ninar.

Antes de ser mãe eu não me preocupava
se minhas plantas eram venenosas ou não.
Imunizações e vacinas eram
coisas em que eu não pensava.

Antes de ser mãe ninguém vomitou nem fez xixi em mim,
nem me beliscou sem nenhum cuidado,
com dedinhos de unhas finas.

Antes de ser mãe eu tinha
controle sobre a minha mente,
meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos.
... eu dormia a noite toda ...

Antes de ser mãe eu nunca tive
que segurar uma criança chorando
para que médicos pudessem
fazer testes ou aplicar injeções.
Eu nunca chorei olhando
pequeninos olhos que choravam.
Eu nunca fiquei gloriosamente feliz
com uma simples risadinha.
Eu nunca fiquei sentada horas
e horas olhando um bebê dormindo.

Antes de ser mãe eu nunca
segurei uma criança só por
não querer afastar meu corpo do dela.
Eu nunca senti meu coração se despedaçar
quando não pude estancar uma dor.
Eu nunca imaginei que uma
coisinha tão pequenina pudesse
mudar tanto a minha vida.
Eu nunca imaginei que pudesse
amar alguém tanto assim.
Eu não sabia que eu adoraria ser mãe.

Antes de ser mãe eu não conhecia a sensação
de ter meu coração fora do meu próprio corpo.
Eu não conhecia a felicidade de
alimentar um bebê faminto.
Eu não conhecia esse laço que
existe entre a mãe e a sua criança.
Eu não imaginava que algo tão pequenino pudesse
fazer-me sentir tão importante.

Antes de ser mãe eu nunca me
levantei à noite a cada 10 minutos
para me certificar de que tudo estava bem.

Nunca pude imaginar o calor,
a alegria, o amor, a dor
e a satisfação de ser uma mãe.

Eu não sabia que era capaz
de ter sentimentos tão fortes.

Por tudo e, apesar de tudo, obrigada, Deus ,
por eu ser agora um alguém tão
frágil e tão forte ao mesmo tempo.

Obrigada Deus por permitir-me ser Mãe!
 
Autor desconhecido
 

6 comentários:

karolis disse...

adorei o poema e verdade tudo...mas e tao gostoso ter uma mini pessoa precisando de vc, aprendendo com vc... parabens pelo blog!!!
beijos ate a proxima

Anônimo disse...

Oi Adri, sumiuuuuuu por onde andas? estou com saudadessssssssssssss

Beijosssssss

Fabi (mamãe do Miguel)

Gabriela disse...

Olá, Adri

Gostaria de saber se você faz parte das comunidades do orkut Soluções para noites sem choro, e Grupo virtual de amamentação.
Pergunto isso pois alguns dos ótimos textos que vc postou aqui foram originalmente postados lá, traduzidos por algumas participantes e/ou moderadoras.
Você parece simpatizar bastante com a filosofia de maternagem daquelas duas comunidades, então posso sugerir? Que tal ao final de cada um dos textos você colocar um link pro tópico do orkut?

Um abraço,
Gabriela

Marina Breithaupt disse...

Lindo!!
estou te seguindo..passa lá no blog, vou te esperar!!

bjos

www.petitninos.com

Anônimo disse...

olha eu amei a frase, mas eu tb quero ser mãe, só quero não quero ficar ansiosa demais para k meu filho venha mais rápido possivel..

Adri Santos disse...

oi Gabriela

eu faço parte do GVA e do Soluções para noites sem choro sim, mas como estava sem acessar nesses ultimos meses eu nao entrei lá
mas agora que retomei, eu vou voltar a participar

Me fale quais os textos que foram originalmente postados lá para que eu possa mencionar a fonte

até mais!

bjs

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nota

A maioria ds textos e imagens são retirados da intenet
Em cada post é citado o endereço de onde foi retirado
As imagens são do google

caso alguem seja dono do texto ou imagem e se sinta ofendido, entre em contato comigo que eu colocarei dos devidos créditos a imagem ou ao texto ou retirarei do blog

adrisantos_santos@hotmail.com

obrigada