Pesquisar este blog

Alergia em bebês - APLV

 

Orientações sobra a dieta de Leite de Vaca


A APLV – alergia às proteínas do leite de vaca atinge principalmente crianças com menos de 3 anos, e se caracteriza por uma reação alérgica a uma ou mais proteínas que estão presentes no leite de vaca e seus derivados.

Alguns sintomas como prisão de ventre, irritabilidade, regurgitações (golfadas), vômitos, cólicas, diarréia com ou sem sangue, falta de ganho de peso, chiado no peito e dermatites podem indicar um possível quadro de APLV.


A melhor maneira de saber se o bebê tem ou não APLV é fazer uma dieta de exclusão de LV e seus derivados, por um período mínimo de 10, podendo chegar a 4 semanas. Confirmado o diagnóstico, a dieta de exclusão deve ser mantida por 6 a 12 meses.


Isso porque os sintomas tanto podem ser imediatos ao consumo, como podem levar horas, dias ou mesmo semanas para aparecer.


Muitas vezes, é necessário retirar da dieta outros alimentos como soja, ovo, carne bovina, oleaginosas, frutas cítricas, frutos do mar etc.


O que é a dieta de exclusão e para que serve?


A dieta de exclusão é um recurso fundamental para confirmar o diagnóstico de alergia às proteínas do leite de vaca, além de fazer parte também do tratamento.

A dieta de exclusão no diagnóstico

Quando houver suspeita de que o bebê possa ter alergia ao LV, deve ser iniciada a dieta de exclusão.

No caso de bebe que é amamentado exclusivamente, a dieta é feita pela mãe, pois a proteína do LV presente nos alimentos que a mãe ingere passam para o bebê através do leite materno. Deve a mãe deixar de consumir leite de vaca e derivados e qualquer produto que leve leite ou derivados na composição.

A dieta deve ser feita por um período de 10 dias a 4 semanas e deve-se observar se os sintomas regridem ou desaparecem.

Após o período de 4 semanas, poderá ser feita uma reintrodução de LV para confirmação do diagnóstico, caso em que os sintomas reaparecerão. Em caso de sintomas graves, pode não haver necessidade de reintrodução precoce.

A dieta de exclusão no tratamento

Se o diagnóstico de alergia se confirmar, a dieta de exclusão deve ser seguida por um tempo maior, de 6 a 12 meses. Depois desse período, e sempre após 1 ano de idade do bebê, pelo menos, novos testes podem ser feitos, para verificar se a criança já pode ingerir a proteína.


Se o leite de vaca está proibido, assim como seus derivados, é possível substituir por outros leites como o de cabra ou soja?

Não! O leite de outros mamíferos (cabra, égua, jumenta) oferece os mesmos riscos que o leite de vaca, pois também tem grande potencial para provocar alergias. Em relação à soja, a mesma não deve ser utilizada em menores que seis meses ou menores de 1 ano com sintomas gastrointestinais, pelo grande risco de ocorrer alergia cruzada entre as proteínas da soja e do leite.

Como vou alimentar meu filho?

Deve-se manter a amamentação exclusiva até os seis meses, com a mãe em dieta de exclusão. Após 6 meses, pode-se iniciar a introdução de sólidos, lembrando que os alimentos devem ser oferecidos com cautela, um de cada vez, respeitando um intervalo de 4 a 7 dias entre cada alimento. Deve-se evitar alimentos potencialmente alergenos.

Mesmo após a introdução dos sólidos, a mãe deve continuar amamentado e em dieta de exclusão até que se possa fazer a reintrodução de leite de vaca.

Crianças que não puderam ser amamentadas, devem usar fórmulas extensamente hidrolisadas e em casos mais graves, fórmulas de aminoácidos. Vale lembrar que essas fórmulas são caras e de difícil aceitação pelo bebê.

Fórmulas à base de soja só podem ser prescritas para pacientes com reações mediadas por IgE, sem sintomas gastrintestinais e com idade superior a seis meses.

Levar em consideração a possibilidade de relactação, uma vez que o leite materno é o mais indicado.

Informações sobre técnica de relactação(com sonda)
http://www.orkut.com.br/CommMsgs.aspx?cmm=52101&tid=2528272240123214661
As mães que estiverem em dieta de exclusão do leite de vaca, podem precisar de complementação de cálcio. Bebês amamentados não precisam completar o cálcio.

De olho nos rótulos!

Se você ou seu filho estiverem fazendo dieta de exclusão, ler o rótulo dos alimentos industrializados é fundamental para evitar reações alérgicas e complicações no tratamento.

O leite e seus derivados podem estar presentes em muitos produtos industrializados. Você deve observar nos rótulos de todos os produtos que pensa em adquirir/consumir.

Verifique sempre:

· Isenção de leite, iogurte, leite condensado, leite evaporado, leite em pó, leite maltado, leite integral, leite desnatado, leite sem lactose ou com baixa lactose, leite semi-desnatado, creme de leite, nata, coalhada, queijos, manteiga e laticínios.

· Alimentos que usam leite na sua formulação como biscoitos, chocolates, doces e pudins.

· Os termos que indicam a presença de leite no alimento: leite, soro de leite, caseína, caseinato de sódio ou cálcio, lactoalbumina, lactoglobulina. proteínas do leite, proteínas do soro, traços de leite, formulação ou preparação láctea.

· Lactose: não traz alergia. No entanto, pode conter resíduos de proteínas do leite. É bom observar.

· Os termos que indicam presença de soja nos alimentos: extrato de soja, proteína isolada de soja, proteína vegetal hidrolisada, gordura vegetal hidrogenada e gordura vegetal.

· Lecitina de soja: a princípio, pode ser consumida por alérgicos à soja. No entanto, indivíduos muitos sensíveis, podem não tolerar.

· Margarinas: muitas incluem leite na sua formulação.

· Alimentos processados como hamburger, kibe, salame, almôndegas, carnes empanadas, nuggets costumam conter soja e até mesmo leite.
· As salsichas têm proteína de soja e podem conter leite.

· As sopas industrializadas podem conter soja e leite.
· Produtos de confeitaria: bolos, tortas, sonhos, doces em geral podem conter leite, soja e derivados.

Amamente seu filho!

O aleitamento materno é a melhor forma de prevenir e tratar a alergia à proteína do leite de vaca e prevenir infecções intestinais.

Fontes:

Ingestão de nutrientes e estado nutricional de crianças em dieta isenta de leite de vaca e derivados
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572004000600006


Conhecimento de pediatras e nutricionistas sobre o tratamento da alergia ao leite de vaca no lactentehttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-05822007000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt


Consenso Brasileiro sobre Alergia Alimentarhttp://www.sbai.org.br/revistas/vol304/ART%202-08%20-%20Consenso%20Brasileiro%20sobre%20Alergia%20Alimentar%20-%202007.pdf


Apresentação clínica da alergia ao leite de vaca com sintomatologia respiratória


Desempenho de pais de crianças em dieta de exclusão do leite de vaca na identificação de alimentos industrializados com e sem leite vacahttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572007000600011&lng=pt&nrm=iso


Colite alérgica: características clínicas e morfológicas da mucosa retal em lactentes com enterorragiahttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-28032002000400010&lng=pt&nrm=iso


Abordagem laboratorial no diagnóstico da alergia alimentarhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-05822007000300011&lng=pt&nrm=iso


Alergia alimentar: atualização prática do ponto de vista gastroenterológico


2 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns aos profissionais envolvidos nessas informações, pois foi muito útil para mim. Estou amamentando e meu bebê apresentou sangue nas fezes,fui ao hospital e ela ficou enternada em observação, fez vários exames e deu tudo certo, então me passaram a restrição da lactose na minha alimentação e ela teve uma melhora visível. E as informações aqui obtidas complementaram em muito o que já tinham me dito, muito mais esclarecido. Muito obrigado a todos!!

Anônimo disse...

A colite alérgica tem cura?

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nota

A maioria ds textos e imagens são retirados da intenet
Em cada post é citado o endereço de onde foi retirado
As imagens são do google

caso alguem seja dono do texto ou imagem e se sinta ofendido, entre em contato comigo que eu colocarei dos devidos créditos a imagem ou ao texto ou retirarei do blog

adrisantos_santos@hotmail.com

obrigada