Pesquisar este blog

Colo Vicia?


Um dos grandes questionamentos dos pais, principalmente os de "primeira viagem", é se o colo pode "viciar" o bebê.

Bem, depois de tanto tempo cuidando de bebês e participando da rotina de muitas famílias, gostaria de fazer algumas afirmações e alguns questionamentos.


No útero, o contato do bebê com o mundo externo está muito limitado pelo corpo da mãe e ele fica protegido de odores e sons que poderiam lhe ser desagradáveis. Além disso, a temperatura é perfeita: ele não sente frio nem calor; ele não sente fome; não tem cólicas...


Mas, de uma hora para outra, ao nascer, o pequeno é bombardeado por uma variedade de cheiros, barulhos, sensações novas e isso deve ser extremamente desagradável, uma vez que ele precisa sentir-se seguro através do que já lhe é familiar.


"Onde está o barulho do coração da mamãe?? Onde está aquela água quentinha que me envolvia?? Que vazio estranho é esse na minha barriguinha??"


Bem, vocês acham que após viver nove meses no calor e segurança do útero, envolvido totalmente por um líquido, o bebê vai achar muito normal dormir num berço, que para ele, com certeza, é enorme e onde ele tem contato com novas texturas, onde tudo é novo e muitas vezes assustador?


Acho que seria natural a consciência de que ele precisa de um tempo para se adaptar ao mundo externo, e isso depende de bebê para bebê, pois cada um é uma pessoa única e especial, com suas necessidades e potencialidades específicas. Creio que também não é difícil perceber que ele vai precisar de todo apoio e segurança que os adultos a sua volta podem oferecer.


Embora tenha como principal forma de comunicação o choro, muitas vezes achamos que ele só pode chorar se estiver com fome, molhado, com frio, com calor... Bem, alguém pode alegar que ele é manhoso, ou seja, está chorando para enganar o adulto e ganhar um "colinho". Não existe bebê manhoso! O bebê ainda não tem a capacidade de mentir e enganar que nós adultos temos. Assim que o bebê se sente em uma situação de angústia, ele usa o único idioma que conhece: o choro. Então, se ele está chorando, é sinal de que alguma coisa não vai bem. Isso não quer dizer apenas na parte fisiológica, como fome ou frio, mas talvez ele tenha ouvido um som ameaçador, como o bater de uma porta, que você, por estar acostumada, nem ouviu. Pode ser ainda que ele sinta saudades da sensação de segurança que o útero lhe proporcionava, e esteja sentindo um pouco de solidão.


Qual a solução?? Colo nele!! Envolva-o nos braços, fale palavras bonitas ao seu ouvido, cante uma canção, explique que tudo está bem, que você está presente e que se importa com ele. Ele vai adorar e retribuir, creia nisso.


O bebê é um excelente ouvinte e adora uma boa conversa. Bastam algumas palavras de amor e apreço para que esse ser tão especial aceite-nos como amigos e confie em nosso acolhimento.


Pense no bebê como alguém que acabou de chegar de uma viagem muito desgastante, que está confuso e preocupado em saber se vai conseguir se adaptar, encontrar amigos, ser aceito. O colo seria para o bebê como uma afirmação de que ele pode contar com aquela pessoa. O colo é uma declaração de amor e amizade. É como chegar para um amigo adulto e dizer: "pode contar comigo quanto precisar. Eu estou aqui."


Se você não precisa saber que pode contar com as pessoas que ama, o bebê também não precisa de colo. Se ter bons amigos pode se tornar um vício, o colo também pode.

4 comentários:

Ana Claudia disse...

Nossa, esse texto resume tudo oque eu penso a respeito de colo! Como mãe de primeira viagem escuto conselhos de uma multidão e oque faço geralmente é filtrar tudo, pois se fosse segui-los à risca a minha filha ficaria no berço chorando sozinha até dormir. Já ouvi que não posso acostumar ela no colo pois depois ela acostuma e fica pesada, ou que daí não vou conseguir fazer mais nada, ou ainda que quando ela precisar ir para um bercário as funcionárias não vão ficar dando colo prá ela como eu e por isso ela irá sofrer...aí me pergunto: quer dizer então que por que mais prá frente ela não ganhará colo no berçário eu já tenho que ignorar minha filha? Prá ela aprender que nem eu nem ninguém gosta ou se importa com ela? Acho que a questão é bem simples: basta se colocar no lugar do bebê. Tenho certeza que se eu estivesse me sentindo sozinha,com medo e chorasse por isso gostaria muito de ser confortada, que dirá então um bebezinho. As pessoas leêm teorias de "especialistas" e nem mesmo questionam aquilo que estão lendo...como se os mesmos fossem os donos da verdade absoluta acerca da criação de filhos e como se existisse uma regra "preto no branco" que servisse à todos como se todos fossem iguais, sentissem e se comportassem da mesma forma. Creio que os bebês que são tratados dessa forma se tornam pessoas ansiosas e inseguras e mais ainda, um consumidor de livros de auto-ajuda que esses mesmos especialistas irão publicar prá lidar com as suas inseguranças. No final,quem ganha são os autores dessas teorias modernas. Amo minha filha e quero que ela sempre tenha certeza do quanto ela é amada, por isso dou colo sempre que precisar,sim! Bom ver que existem pessoas que pensam como eu. Parabéns pelo texto e pelo blog! :)

Carolina disse...

Maravilhoso, colinho é tudo isso mesmo : ) Concordo plenamente... Mas acho que existe um tipo de manha sim, nao manha, mas aquele choro sempre só pq quer colo e as vezes, ainda mais com 2 ou mais crianças, nao dá pra dar colo o dia todo, minha priminha mesmo, até os 3 anos, só saía na rua no colo... ela se acostumou e se tornou manhosa... Mas acho que a um bebe novinho o colo deve ser oferecido sempre, sempre... Mas nao para dormir!!! Maravilhoso o blog..
Carol.

Anônimo disse...

Minha sogra sempre dizia que um colinho nunca é demais, e que nenê cresce muito rápido, e eu concordo totalmente. A minha filhota ganha colo o tempo todo, e isso acaba sendo bom pra mim também, que me apaixono cada vez mais por essa guriazinha!
(Roberta)

Anônimo disse...

Vivo a msm situação....comentarios da familia a respeito de acostumar no colo ocorrem o tempo td...Mais fora a questão da casa, de não dar tempo pra nada...colinho é a melhor coisa, desejei tanto ter meu filho, e agora vou ficar vendo esguelar simplesmente pra satisfazer o q td mundo de fora q mtas vezes nem tem filho diz a respeito...
Não há um manual de instrução pra seguirmos...nem uma regra, cada bebe é um bebe diferente do outro...

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nota

A maioria ds textos e imagens são retirados da intenet
Em cada post é citado o endereço de onde foi retirado
As imagens são do google

caso alguem seja dono do texto ou imagem e se sinta ofendido, entre em contato comigo que eu colocarei dos devidos créditos a imagem ou ao texto ou retirarei do blog

adrisantos_santos@hotmail.com

obrigada